Me conta uma boa nova

Eu vou ser sincero com você, queria entender algumas coisas. Por que você sempre critica? Tudo, todos. Aqui ou ali. Sempre tem um dedo seu apontado pro que é errado. O que é errado? Aquilo que você julga não ser o certo? Por que você não me ama quando eu não mereço ser amado? Por que você me usa quando eu posso te oferecer algo de bom, mas me critica quando eu dou minha simples opinião? Você deveria representar o que vem do Alto, com paz, amor e ajuda. Mas eu me sinto cada vez mais confuso quando me achego à você. Quem manda você ser assim? Alguém é tão mal e sacana a ponto de mandar você ser assim? Seguir a maioria nem sempre é bom. Seguir a maioria quase nunca é bom. Nesse caso, seguir a maioria definitivamente não é bom. A maior parte de você segue na mesma mão. Mas é engraçado perceber que você aprendeu tudo com quem seguia na contra-mão. Não percebe a contradição nisso? Não percebe que você não segue na mão certa, que é a errada, nesse caso? Essas coisas de louco são assim mesmo. O pensamento é o estímulo que falta à loucura. Uma vez liberto, sempre louco e complexo. Você se faz de morto, mas a vida dos outros depende de uma outra morte que vem de você. Você me decepciona. Todos os dias que não liga pra tudo e nada que está em torno de você. Você acha que eu estou errado? É, eu sei. Agora me conta uma boa. Me conta uma boa nova.

Anúncios

Uma resposta to “Me conta uma boa nova”

  1. caraca, fazia tempo que não vinha aqui.
    demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: